Notícia Página Anterior
Síndroma disfórica pré-menstrual: no sofra em silêncio, procure tratamento Síndroma disfórica pré-menstrual: no sofra em silêncio, procure tratamento

Publicado em: 01/03/2018 às 08:47h, visualizado 127 vezes.

A síndroma disfórica pré-menstrual atinge cerca de 10% da população feminina portuguesa em idade fértil. Nalguns casos, estes sintomas assumem uma tal intensidade que obrigam essas mulheres a faltarem aos empregos e a mergulharem num conjunto de sentiment


Irritabilidade, ansiedade, sentimentos depressivos e de desvalorização pessoal, cansaço, tristeza, desespero, perda de interesse nas atividades quotidianas e alteração quer do peso quer do apetite - aumento ou diminuição - são alguns dos sintomas que caracterizam a síndroma disfórica pré-menstrual (SDPM), uma forma severa da síndroma pré-menstrual, que acarreta distúrbios cíclicos, tanto ao nível psíquico como físico.

É importante desmistificar

A grande maioria das mulheres confunde os sintomas próprios da síndroma disfórica pré-menstrual com a depressão. No entanto, apesar dos sintomas de ambas as perturbações poderem ser semelhantes, há grandes diferenças entre ambas: a SDPM revela-se só em mulheres, enquanto a depressão atinge ambos os sexos; a SDPM é um transtorno cíclica, associada ao ciclo menstrual e a sua remissão regista-se logo nos primeiros dias de menstruação, enquanto que os sintomas da depressão podem persistir por várias semanas, meses e até anos e não estão associados ao ciclo menstrual.

Neste sentido, é fundamental desmistificar a SDPM, separando-a completamente da depressão, bem como alertando as mulheres para o facto de existirem tratamentos cuja eficácia está comprovada através de estudos clínicos.

Quais são os sintomas?

Existem mais de 150 sintomas pré-menstruais diferentes. Alguns deles reconhecê-los-á, provavelmente, na sua mãe, na sua filha, numa amiga ou até em si mesma. O número, o tipo e a variedade de sintomas é diferente de mulher para mulher e também de mês para mês.

Entre os sintomas mais comuns destacam-se: edema, irritabilidade, problemas de pele, agressividade, tensão mamária, nervosismo, sensação de ser mal entendida, sentir-se fora de controlo, dores de cabeça, aumento de peso, vontade de chorar sem razão aparente, cólicas, espasmos, baixa de concentração, alterações da disposição e depressão.

Qualquer dos sintomas pré-menstruais pode ser grave, mas os sintomas graves mais comuns são: irritabilidade extrema, tensão, raiva, tensão mamária, agressividade, depressão e dores de cabeça.

Mulheres não procuram tratamento

Os sintomas pré-menstruais podem afetar intensamente a saúde da mulher, perturbando a sua vida, a nível profissional, familiar e interpessoal, uma vez que a maioria das mulheres não procura o seu médico para obter aconselhamento ou tratamento.

Muitas mulheres aceitam os sintomas pré-menstruais como fazendo parte da sua condição feminina, o que as inibe de procurar tratamento. Uma ida ao médico proporcionar-lhe-ia a ajuda de que necessita.



© Copyright 2003 - 2018   |   MV Araújo - Corretora de Seguros. Todos os direitos reservados.

MV Araújo
Rua Conselheiro Dantas 22/24, Sala 702 - CEP: 40015-070
Edifício Bradesco - Comércio - Salvador - Bahia
Fones: (71) 3326-7078 / (71) 3241-6755 / (71) 99928-5192 / (71) 98873-1875 / (71) 98175-6427 /
(71) 99279-2882 / (74) 98126-0204
E-mails: marcosaraujo@mvaraujo.com.br / contato@mvaraujo.com.br
Desenvolvido Por: SAOL